sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Olhe.




(...) Ela tem andado pelos quatro cantos da cidade procurando as luzes, os sons ou qualquer outra coisa que lhe traga inspiração para retornar ao quarto quente de sua casa. Sem se preocupar muito para onde estava sendo levada, olhava as pessoas em seu redor fascinada com o brilho que elas tinham, reconhecendo algumas de um sonho ou outro que tivera desde que se permitia sonhar.
Estava quase feliz por estar ali. Quase. Enquanto via aquele mundo intenso e deslumbrava-se com toda aquela movimentação, sentia-se completamente sozinha diante de tudo. 

"Ele não está aqui, não é?" perguntou uma voz que reconheceu de um de seus sonhos. Ela não sabia o que dizer, ele simplesmente nunca esteve e é surpreendente que ela ainda sentisse sua ausência. Sem virar para a voz fez que sim com a cabeça e escondeu-se em seus cabelos com os olhos fechados como se sentisse vergonha. O dono da voz levantou seu rosto, tirou seu cabelo revelando o rosto da mulher que estava diante dele. "Abra os olhos, eu estou aqui agora." ele disse sorrindo.

Um comentário:

  1. que muito lindo FranFran pqp lindo dms morri *-*

    ResponderExcluir